TOP TV WEB

Exposição A Cara Da Vila Buarque Toma Conta Das Ruas Do Bairro

   Exposição A Cara Da Vila Buarque Toma Conta Das Ruas Do Bairro

Projeto de Bia Ferrer e Priscilla Torelli sai do ambiente on-line, espalha lambes com imagens de 500 moradores pelas ruas da Vila Buarque e teve início com a transformação do prédio da FESPSP em um telão gigante que recebeu a projeção de todas os retratos


(Bejo de Jesus (@beto.de.jesus)-Divulgação)

Quem caminha pelas ruas da Vila Buarque já pode perceber que algumas fachadas estão cobertas por retratos de pessoas sorridentes. As intervenções fazem parte do projeto colaborativo A Cara da Vila Buarque que se propôs a revelar por meio de uma exposição a céu aberto quem são as pessoas que combinadas simbolizam o bairro atualmente. No total, são 500 imagens de moradores ou frequentadores da região.

“Um dos pontos mais importantes da exposição foi a possibilidade de fazer uma espécie de aglomeração, de trazer todas essas pessoas para que ocupem o bairro e possamos conhecer os seus sorrisos em segurança durante essa pandemia”, explica a artista visual Bia Ferrer que há 12 anos tem o projeto A Cara dos Lugares, que já passou por 10 países e conta comum banco de imagens com cerca de sete mil retratos.

Para o trazer sua ideia para a região, Bia se uniu à jornalista Priscilla Torelli, idealizadora do perfil @VilaBuarque, no ar desde 2016 no Instagram e que já conta com mais de nove mil seguidores. Ela conta que esta é uma exposição possível para o período de pandemia. “Os retratos estão expostos a céu aberto e as pessoas nem precisam mudar o seu itinerário. Ela vai passar pelas intervenções enquanto vai ao supermercado, à padaria, mas também não deixa de ser um convite para quem está sempre em um mesmo quadrilátero a circular e conhecer melhor o bairro onde vive”.

Exposição teve início com a projeção dos retratos em um prédio da região

Os retratos foram fixados no final de novembro e no dia 2 de dezembro foi realizada uma projeção que transformou a empena lateral do prédio da Sociologia e Política – Escola de Humanidades (FESPSP) em um telão gigante. Naquela noite, todas as 500 imagens da exposição foram exibidas e puderam ser contempladas de diversos pontos do bairro.

Cada um dos 500 retratos projetados foi fotografado e disponibilizado em alta qualidade para todos os moradores que enviaram suas fotos para participar do projeto. Ainda houve a captação de imagens por um drone, que registrou toda a projeção.

Do online para as ruas da Vila Buarque

O projeto colaborativo teve início em ambiente virtual, com os retratos expostos no perfil @acaradoslugares, no Instagram. E, desde essa fase, o objetivo já era construir uma narrativa sobre a diversidade existente neste pedaço da cidade, traçando um paralelo com a cultura contemporânea.

As pessoas participaram enviando as imagens entre junho e agosto deste ano. Todas foram tratadas e organizadas pela Bia, sempre respeitando as orientações de isolamento social. A dupla fez ainda duas saídas para produzirem fotos de personagens que não tinham a estrutura necessária para fazerem isso sozinhas, como idosos e moradores de rua, já que o objetivo sempre foi mostrar, realmente, todos as caras da região.

De interesse sociológico, estético e cultural, o objetivo é também construir um memorial imagético dessa parcela da população, que com idades e personalidades diversas, revelam signos culturais da época e da região.  Além da exposição pelas ruas do bairro, as imagens ainda podem ser vistas nos perfis de Instagram @acaradoslugares @VilaBuarque.

Sobre o bairro

Localizada na região central de São Paulo, a Vila Buarque congrega a diversidade de forma única, mesclando história e modernidade. Moradores e comércios antigos e novos convivem harmoniosamente neste pedacinho da cidade. A história da cultura e da política do Brasil também passam por este bairro.

Bia Ferrer

Artista visual, palestrante, educadora, fotógrafa e videomaker, Bia Ferrer transita entre produções comerciais e autorais desde 2003, ano em que recebeu o 1º lugar como Fotógrafa Revelação Brasil no concurso realizado pela Casa de Criadores - SP. 

Já realizou exposições em NY, Montreal e São Paulo, apresentando o projeto de fotografia urbana chamado Authentic Portrait –- Cara dos Lugares, iniciado em 2008, com mais de 6 mil retratos tirados em dez países. 

Priscilla Torelli

Jornalista e entusiasta do universo da fotografia, registra imagens de pessoas pelo mundo durante suas viagens. Já esteve em 58 países e em 19 estados do território nacional. Com passagem por diversas emissoras de TV, Priscilla é, além de uma entusiasta do universo das viagens, alguém que acredita no poder e na força das comunidades.

Apaixonada pela Vila Buarque, mora há quase 20 anos na região. Faz o instagram @VilaBuarque desde 2016 e, no perfil, traz curiosidades e mostra cenas do cotidiano do local para mais de 8 mil seguidores.

Apoio da comunidade

Diversos comércios e instituições do bairro apoiaram a iniciativa que, graças a eles, está saindo do on-line.  São eles: Aliança Francesa, Dias Lar e Construção, Divina Increnca (pizzaria), Elevado Bar, Livraria Martins Fontes, Sociologia e Política - Escola de Humanidades (FESPSP), Godere (restaurante), Jardim SP Terrários, Minas Reciclagem, On Projeções, Pratada (restaurante) e Refúgios Urbanos. E a dupla Bia e Priscilla agradece também ao Sesc Consolação.

Serviço:
A exposição pode ser vista nos endereços do do bairro:
Ateliê de Tui Falcão – Rua General Jardim, 562 (@tuifalcao)
Aliança Francesa – Rua General Jardim, 182 (@aliancafrancesasp)
Elevado Bar – Rua Jesuíno Pascoal, 16 (elevado_bar)
Fashion Higienópolis –  Rua Dr. Vila Nova, 315  (@fashionhigienopolis)
Livraria Martins Fontes – Rua Dr. Vila Nova 309 (@martinsfontespaulista)
Minas Reciclagem –  Rua Bento Freitas, 288 (@minasreciclagem)
Pratada - Rua General Jardim, 160 (@pratadasp)

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem