TOP TV WEB

Peças De Teatro Serão Transformadas Em Radionovelas

   Peças De Teatro Serão Transformadas Em Radionovelas

Elenco de Curitiba vai adaptar dramaturgias para áudios e podcast; público terá acesso gratuito às produções    



(Divulgação)

Incentivar o trabalho de artistas locais ou radicados na capital paranaense, valorizar e divulgar a dramaturgia contemporânea adaptada para o formato radiofônico. Esses são alguns objetivos do projeto “Leituras com a Inominável: dramaturgia em discussão”, que será realizado pela Inominável Companhia de Teatro, de Curitiba-PR.

“Vamos gravar leituras de oito peças de teatro que foram escritas para serem encenadas e agora serão modificadas para o formato radiofônico. Elas terão vinhetas de abertura e encerramento, sonoplastia, efeitos sonoros e diferentes entonações de voz para que o público capte todas as emoções pelas ondas do rádio”, explica a atriz, diretora de produção e sócia-fundadora da trupe teatral, Lilyan de Souza.

Esses áudio-dramas são chamados de peças radiofônicas e equivalem a um tipo de “radionovela”, mas sem as continuidades de capítulos que são comuns a esse gênero.

Escuta de textos

As gravações serão feitas nos fins de semana de janeiro e começo de fevereiro, na produtora O Grande Primata Estúdio Itinerante, em São José dos Pinhais – que fica na Região Metropolitana de Curitiba. Entre arranjos, improvisos e muita descontração, o elenco pretende transportar o ouvinte para cenários tão distintos quanto aqueles mostrados em cena.

As primeiras produções serão disponibilizadas ao público a partir de 05 de março. Elas estarão no formato digital, nas redes sociais da companhia e em podcast para ouvir onde, quando e quantas vezes desejar. O acesso é gratuito.

“Diante da overdose visual que existe atualmente, investimos num projeto que estimule a escuta de textos, solte a imaginação das pessoas, aguce a curiosidade e a fantasia para que o público arquitete mentalmente e ‘visualize’ as histórias narradas”, explana o ator e responsável pela edição das peças radiofônicas, Lucas Mattana.

E para quem aprecia bons enredos, as narrativas contemporâneas – aliadas às modulações de voz e aos truques de áudio dos estúdios de gravações – são excelentes maneiras de apreciar os artistas e dramaturgos locais, tanto quanto assistir presencialmente à montagem de um espetáculo.

(Divulgação)

Trabalho inédito

Essa é a primeira vez que a Inominável – que tem como foco de pesquisa a inter-relação entre literatura e teatro - vai adaptar textos originários dos palcos para o rádio.

O projeto – que surgiu pela vontade de compartilhar processos, pesquisas e reflexões do grupo – foi aprovado pelo edital Aldir Blanc de Curitiba – Fomento e será realizado com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba, da Prefeitura Municipal de Curitiba e do Ministério do Turismo.

Radionovelas

Na era de ouro do rádio – entre os anos de 1930 a 1950 – as radionovelas foram fundamentais para que a história do rádio brasileiro se configurasse. Elas estimularam a imaginação dos ouvintes e projetaram uma série de rádio-atores que, posteriormente, migraram para a televisão como Oduvaldo Vianna, Gastão Silva, Carlos Gutemberg, Dias Gomes e Janete Clair.

A primeira radionovela transmitida no Brasil foi Em Busca da Felicidade, fruto da dramatização literária do cubano Leandro Blanco, com adaptação de Gilberto Martins. A emissora utilizada foi a Rádio Nacional do Rio de Janeiro e o ano era 1941. O sucesso foi enorme, teve elevados picos de audiência e duração de dois anos.

Participantes

Os atores que farão as leituras dramatizadas para o rádio são Lilyan de Souza, Letícia Guazzelli, Lucas Mattana, Fabiane de Cezaro, Lucas Buchile e Rafael di Lari - membros da Inominável Companhia de Teatro.

Como forma de contrapartida social, eles vão debater as obras em quatro lives descontraídas, sempre às quartas-feiras de abril, que serão transmitidas pelas redes sociais e terão dois autores convidados por vez. Entre os dramaturgos convidados estão Alexandre França, Ali Freyer, Daniele Campos, Iamni Reche, Juliana Partika, Léo Moita, Leonarda Glück e Sueli Araújo – todos autores curitibanos ou radicados em Curitiba.

“Queremos abrir nosso grupo de pesquisa e ficar mais perto da comunidade. Entendemos que a pandemia trouxe mudanças de comportamento social que vão perdurar por muitos anos. Essas transformações já ampliaram o gosto do público pelos conteúdos culturais digitais e por isso acreditamos em muitas participações”, destaca Lilyan.

Segundo os organizadores, a intenção é alcançar milhares de pessoas de Curitiba, do Paraná e de todo Brasil envolvendo jovens a partir de 14 anos, estudantes da rede pública de ensino, participantes de instituições sociais, interessados em teatro, literatura e artes em geral.

Ao mesmo tempo, as “radionovelas” devem despertar o interesse em adultos acima de 18 anos, educadores, pais, artistas e todos que apreciam teatro, dramaturgia, rádio, podcasts, contação de histórias, literatura e narrativas literárias.

“Isso ajuda a instigar o pensamento crítico sobre arte e cultura, mesmo para quem não frequenta regularmente um teatro ou tem o hábito de ler obras variadas”, observa Lucas Mattana.


(Divulgação)

Perfil

Criada em 2010, a Inominável Companhia de Teatro tem sua origem ligada à pesquisa e montagem de dramaturgia contemporânea. A análise estética enfoca as relações entre as poéticas dramáticas da atualidade e o trabalho do ator, assim como na inter-relação entre literatura e teatro.

Todos os anos, a trupe participa de eventos literários com projetos de formação de leitor, incentivo à leitura, contações de histórias, leituras dramáticas, desenvolvimento de oficinas de criação de escrita dentro das Semanas Literárias propostas por diferentes instituições como prefeituras, Sesi, Sesc, Bibliotecas Públicas e Fundações Culturais de diversos municípios do Paraná e de Santa Catarina.

A Inominável Companhia de Teatro é formada pela atriz e diretora Letícia Guazzelli, a atriz, diretora e produtora Lilyan de Souza, a atriz e mediadora de leitura Fabiane de Cezaro e o diretor, ator, iluminador e bonequeiro Lucas Mattana.

Serviço

O que: Projeto “Leituras com a Inominável: Dramaturgia em Discussão”, que será realizado pela Inominável Companhia de Teatro, de Curitiba

Onde: As gravações serão feitas na produtora O Grande Primata Estúdio Itinerante, em São José dos Pinhais-PR

Quando serão divulgadas as peças radiofônicas: Toda sexta e sábado de março

Como assistir: Pelas redes sociais e podcast da Inominável Companhia de Teatro

Quanto: Gratuito

Sugestão de legenda

A atriz e diretora Lilyan de Souza grava peças de teatro em radionovelas

Crédito da foto e arte

Lucas Mattana

Relacionamento com a imprensa | Inominável Companhia de Teatro

www.instagram.com/inominavelcompanhia

www.facebook.com/inominavelcompanhia

www.youtube.com/inominavelcompanhiadeteatro

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem