TOP TV WEB

Dia da Saúde e Nutrição: conheça mitos e verdades sobre imunidade

  Dia da Saúde e Nutrição: conheça mitos e verdades sobre imunidade 

(Divulgação)

Em tempos de pandemia, o Dia da Saúde e Nutrição e o alerta que traz sobre a importância de manter o sistema imunológico forte é indispensável. Mas ainda há muita discussão sobre esse tema e o que, de fato, nos mantém saudáveis. Por isso, o WW Vigilantes do Peso esclarece mitos e verdades mais comuns sobre o que garante a proteção do corpo contra doenças. 

Há muita informação disponível na internet e nem tudo que encontramos se baseia na ciência, como alimentos e suplementos milagrosos, explica o Nutricionista do WW Vigilantes do Peso, Matheus Motta. "O que funciona mesmo é manter uma alimentação saudável e variada, que forneça diferentes nutrientes ao corpo. Manter uma rotina equilibrada também ajuda na redução do risco de doenças crônicas em todas as fases da vida".

Confira mitos e verdades sobre o fortalecimento do sistema imunológico: 

Ao ficar doente, basta aumentar o consumo de vitamina C para melhorar.

Mito. Existem evidências que comprovam que a vitamina C pode reduzir a gravidade e a duração de um resfriado, mas não pode "revertê-lo". Aumentar a dose diária durante a estação fria, quando gripes são mais comuns, para manter a imunidade também não é uma boa estratégia, já que a vitamina C é solúvel em água e, nesse caso, o corpo vai apenas excretar o excesso pela urina.

"Mesmo com ações antioxidantes, que podem auxiliar o sistema imune, após o início dos sintomas, a vitamina C não nos ajuda a nos sentirmos melhor, já que não tem a capacidade de eliminar a doença de vez ou reduzir o número de vezes que ficamos resfriados durante o ano. O ideal é incluir no cardápio diário frutas e verduras com alta concentração de vitamina C, mas que também trazem outros benefícios para o corpo, como brócolis, couve, pimentão, acerola, laranja, mamão, entre outros", revela Motta.

Dormir bem fortalece o sistema imunológico.

Verdade. O sono é fundamental para a saúde e para o bem-estar em geral. Manter uma rotina de sono de qualidade interfere diretamente na saúde física e mental, protege o coração, melhora o humor e fortalece o sistema imunológico. Apesar de não existir uma regra geral sobre quantas horas de sono são necessárias, em média, o corpo precisa de sete ou oito horas de descanso diariamente.  

A longo prazo, não dormir o suficiente pode aumentar o risco de infecções ou resfriados. "Em um estudo publicado na revista Sleep, pesquisadores recrutaram 11 gêmeos idênticos e descobriram que o irmão que dormia menos por um período de duas semanas também apresentava sinais de um sistema imunológico prejudicado, particularmente no que diz respeito aos seus glóbulos brancos em circulação", explica o Nutricionista do WW Vigilantes do Peso.

Suplementos podem substituir refeições e trazer os mesmos benefícios.

Mito. Não é recomendado substituir refeições por shakes e suplementos, como explica o Nutricionista do WW Vigilantes do Peso. "Pular refeições ou substituir os alimentos sem a orientação de um especialista não é saudável. Os suplementos – como o nome sugere – podem suprir a falta de nutrientes na alimentação, mas nunca substituí-la. Por isso, devem ser indicados por um nutricionista ou médico", alerta.

Além disso, os alimentos que ingerimos contêm diferentes nutrientes que desempenham um papel fundamental no apoio a um sistema imunológico saudável e os suplementos podem não ter a mesma ação quando ingeridos isoladamente ou sem uma orientação. "Em vez de tomar um suplemento com zinco concentrado, por exemplo, é melhor adicionar fontes alimentares do nutriente no dia a dia, como nozes, sementes, feijões e frutos do mar", complementa Motta.

Bebidas probióticas melhoram a função imunológica.

Verdade. Os probióticos são organismos vivos que, em número suficiente, promovem o equilíbrio da flora bacteriana intestinal, por inibir o crescimento excessivo de bactérias prejudiciais. Iogurtes e bebidas probióticas podem melhorar a digestão, ajudar a proteger contra doenças e melhorar a função imunológica. 

Além de garantir uma flora intestinal saudável, o consumo de probióticos pode controlar os níveis de colesterol e dos triglicerídeos, reverter quadros de diarreia, auxiliar o sistema imunológico (inclusive em quadros de intolerância e alergia alimentar) e reduzir o risco de desenvolvimento de câncer também, entre outros fatores.

Sobre o WW Vigilantes do Peso

O WW Vigilantes do Peso faz parte da WW, antiga Weight Watchers, empresa de capital aberto cotada na Nasdaq (bolsa de empresas digitais), líder global em gerenciamento de perda e manutenção do peso com foco em bem-estar e saúde. Inspiramos milhões de pessoas a adotarem hábitos saudáveis para uma vida real. Por meio de nossa engajadora experiência Digital e Workshops Virtuais, os Associados seguem nosso programa sustentável que engloba alimentação saudável, atividades físicas e uma mentalidade positiva. Com mais de cinco décadas de experiência na construção de comunidades e profunda expertise em ciência comportamental, nosso objetivo é oferecer bem-estar para todos. Para saber mais, visite vigilantesdopeso.com.br. Para mais informações sobre nossos negócios globais, visite corporate.ww.com.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem