TOP TV WEB

Especialista avalia estratégias de marketing de participantes do Big Brother Brasil

   Especialista avalia estratégias de marketing de participantes do Big Brother Brasil

(Divulgação)

_Agabas comentou a importância do marketing digital nas carreiras de Manu Gavassi, Boca Rosa e Rafa Kalimann, do BBB 20; e de Juliette Freire, do BBB 21_

Atualmente destaque da grade de programação da TV Globo, o BBB, além de deixar um participante milionário, também é capaz de alavancar carreiras após o programa. Três sisters da edição passada do programa, BBB 20, ainda colhem os frutos de suas participações no reality.

Manu Gavassi, Bianca Andrade – famosa pelo nome de Boca Rosa – e Rafa Kalimann souberam usar o programa para solidificar suas imagens na área da música, moda, beleza, publicidade, e não precisaram ganhar o programa para isso. Boca Rosa, por exemplo, foi eliminada com apenas um mês de confinamento e segue faturando milhões com sua linha de maquiagem.

O especialista de marketing digital Agamenon Filho, também conhecido como Agabas, afirma que a equipe de marketing das sisters trabalhou com maestria o conteúdo produzido dentro e fora do BBB. Algumas delas chegaram a deixar prontos diversos materiais pré-gravados, que foram publicados nas redes sociais ao longo de toda a edição do reality.

Agabas também analisa a participação de Juliette Freire na edição atual do Big Brother. Para ele, a paraibana é uma das favoritas do público pela forma como sua imagem é conduzida nas redes sociais. Os administradores de suas páginas do Instagram e do Twitter não economizam nos memes e na interação com os fãs do programa. Confira a entrevista!

Manu Gavassi

Durante o BBB, a Manu disponibilizou alguns vídeos para o seu canal, dos episódios de 'Garota Errada'. Como isso impactou a sua permanência na casa?

A estratégia de Manu durante o período de confinamento foi impecável. Ela foi a pioneira em gerar conteúdos diários pré-gravados, estando dentro do programa. Muitas pessoas se identificaram com a forma inteligente de movimentar a web com vídeos que já imaginavam o que iria acontecer em situações dentro do BBB. Esses vídeos ganharam muita visibilidade e seu conteúdo foi se tornando viral com cada vez mais frequência. Consequentemente, ela ganhou um maior engajamento em suas publicações e, principalmente, em sua participação no programa. Não à toa, ela chegou à final do reality, sendo a terceira colocada.

Ela emplacou diversas músicas antigas nos charts brasileiros, com algumas faixas em destaque nas plataformas de streaming, por exemplo. Como o marketing digital pode ter ajudado nisso?

Manu Gavassi aproveitou sua grande visibilidade do programa e teve “feeling” para deixar todo material gravado. Com a força do Instagram e do seu canal no YouTube, ela aproveitou divulgou seus trabalhos que estavam adormecidos na mente das pessoas. O marketing digital não é nada mais do que isso: a criação de estratégias para atrair pessoas para um determinado produto ou serviço por meio do online.

Manu fez parte de um grande paredão durante o programa, que acumulou mais de um bilhão de votos, e ganhou visibilidade em cima disso. Ela foi associada à imagem de ‘Fada Sensata’ e essa expressão permanece presente em muitas de suas publis, como para as marcas Netflix e Colgate. Onde o marketing digital entra nessa história?

Nada mais justo para a sua imagem do que associar um termo que ganhou destaque – principalmente se tratando de algo positivo. As marcas se apropriaram desse termo para ressignificar a “sensatez” com a necessidade de consumir o conteúdo divulgado. A imagem de Manu ganhou notoriedade dentro do programa como a de uma pessoa que estava certa naquilo que defendia. As marcas se apropriam dessa imagem positiva que Manu representa para promover seus produtos e serviços, utilizando o marketing digital como ferramenta principal.

Bianca Andrade

Bianca não teve uma boa trajetória no BBB20, mas conquistou 120 milhões com o Boca Rosa Beauty após a sua saída. Na sua visão, como isso aconteceu?

Na verdade, esse foi o grande objetivo de Boca Rosa no programa: aumentar a visibilidade da sua marca, que já era consagrada nacionalmente. Ela usava um batom na votação do paredão e, na sequência, esgotava o estoque do produto em seus sites. Bianca se maquiava falando para as câmeras do programa como se estivesse em um estúdio gravando uma propaganda comercial. Sempre que ela usava um produto, imediatamente sua equipe, muito bem treinada, por sinal, publicava o mesmo em todas as redes sociais. O marketing digital feito do lado de fora da casa foi muito agregador no processo de vendas da marca. E o resultado confirma isso: sua imagem foi desvalorizada dentro do programa, mas seus produtos explodiram de vendas.

Uma das tendências de moda do ano passado foram os bucket hats, por conta da Bianca ter usado no BBB em várias ocasiões. O marketing digital teve algum impacto nisso?

Sem dúvidas. Como excelente influenciadora digital, Bianca conseguiu implementar um novo jeito de usar chapéu. Sempre que aparecia no programa com seu estilo único, milhares de mulheres desejavam comprar o bucket hat. O marketing de influência é uma estratégia muito assertiva e atual do marketing digital.

Rafa Kalimann

Rafa Kalimann, mesmo não sendo conhecida como as influenciadoras citadas anteriormente, conseguiu fazer um bom trabalho nas redes sociais desde o início do jogo. Como você avalia o caso dela?

Rafa Kalimann foi uma das participantes que mais conquistaram seguidores dentro da edição, não só com seu carisma e posicionamento em momentos do programa, mas também por ter sido assessorada por uma equipe super profissional aqui fora. Conteúdos relacionados à religião e às suas ações no programa eram postados diariamente, atraindo mais de 10 milhões de seguidores durante o período em que esteve confinada.

Atualmente, a Rafa é uma das maiores ex-BBBs no quesito alcance e engajamento, com  publis milionárias, contrato na Globo e mais de 20 milhões de seguidores. O marketing digital tem relação direta com esse sucesso?

Esse resultado apenas prova que a melhor estratégia do marketing digital, atualmente, é o uso do marketing de influência. Por meio da imagem de celebridades, macroinfluenciadores, micro e até mesmo nanoinfluenciadores, as marcas se tornam cada vez mais próximas das pessoas que de fato são influenciadas e tem o desejo de comprar o produto. Não é à toa que Rafa é considerada a top 1 influencer do Brasil nos dias de hoje.

Juliette Freire

A equipe da Juliette é aclamada em função da administração de suas redes sociais. Alguns fãs afirmam, inclusive, que a paraibana aparece pouco na edição do programa e as redes sociais divulgam melhor sua participação. O marketing digital ligado à imagem de Juliette tem sido bem produzido, em sua opinião?

Juliette tem mais notoriedade na internet do que no próprio programa. Por vezes, tenho até uma mudança de perspectiva sobre ela. Apesar de haver participantes que me agradam mais, no Instagram, ela está sempre perfeita e precisa em suas posturas e decisões, o que faz sim, enorme diferença para o público. Isso ocorre porque Juliette é assessorada por uma equipe que destaca seus pontos fortes no programa. Seus posts são estrategicamente publicados em horários nos quais as redes sociais estão mais aquecidas, o que torna mais previsível uma possível viralização do conteúdo. Além do mais, sua equipe se posiciona muito bem em todas as redes. Eles marcam presença no Instagram, Twitter, YouTube, Spotify… Até no Clubhouse, recém inaugurado, sua equipe está presente! Simplesmente impecável.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem