TOP TV WEB

Mercados do Rio Vermelho e 7 Portas passaram por desinfecção contra a covid na segunda-feira (15)

   Mercados do Rio Vermelho e 7 Portas passaram por desinfecção contra a covid na segunda-feira (15) 

Força tarefa do Governo do Estado já realizou ações em todos os mercados estaduais 

(Photo imagem:Ascom)

O Governo do Estado realizou, na segunda-feira (15), desinfecção total dos Mercados do Rio Vermelho (“Ceasinha”) e 7 Portas. A ação faz parte de um pacote que visa conter o agravamento da pandemia do coronavírus. As operações são realizadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), responsável pela administração do Centro de Abastecimento (Ceasa), o maior da Bahia, e dos mercados estaduais, em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), com o apoio da Secretaria do Planejamento (Seplan). A distribuição de máscaras já foi concluída em todas as unidades. 

Com as duas ações nesta segunda-feira, a força tarefa também fechou o cronograma de desinfecção total nos quatro mercados administrados pela SDE - Rio Vermelho (“Ceasinha”), Paripe, Ogunjá e 7 Portas. O próximo passo é a desinfecção do Ceasa, que vai durar dois dias, por ser muito maior, e deve ocorrer até o início de abril, porque requer uma higienização preliminar nos galpões.  

"Operações como essa, junto com a distribuição de máscaras, ajudam a conter e conscientizar a população. Esses lugares são essenciais para manter a cidade e região metropolitana abastecidas, então manter os cuidados com a higiene e o distanciamento são fundamentais”, alerta o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico. 

O coordenador da operação, o capitão bombeiro militar Góes, explica que a ideia é “realizar um serviço de prevenção e controle desse agente biológico que é o coronavírus. Utilizamos o hipoclorito de sódio porque é um produto que se mostrou bastante eficiente na eliminação desse vírus nas superfícies”. 

“A importância da desinfecção nos mercados públicos é extrema, uma vez que estamos enfrentando o pior momento da pandemia, inclusive com a circulação de novas variantes do coronavírus que são mais perigosas. Então estamos constantemente realizando esta ação nos mercados, locais que estão funcionando para que não haja desabastecimento de alimentos”, ressalta o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro. 

Ascom/SDE

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem