TOP TV WEB

O último episódio do Festival Folia Carioca será exibido no dia 20 de março

   O último episódio do Festival Folia Carioca será exibido no dia 20 de março

Episódio 1 - https://www.youtube.com/watch?v=nWGg86-LtJQ

Episódio 2 - https://www.youtube.com/watch?v=dwtPCKyH6ro&t=232s

Episódio 3 - https://www.youtube.com/watch?v=3imXq9tPbeM 


(Folia Carioca-Photo imagem:Henrique Esteves)

No sábado, dia 20 de março, vai ao ar o quarto e último episódio do Festival Folia Carioca, que é promovido pela Associação Carioca de Blocos e Bandas e conta a história do carnaval de rua, tendo como inspiração os 60 anos recém completados do Cacique de Ramos. Aliás, o final de cada exibição é dedicado ao cantor, compositor e ritmista Ubirany, um dos fundadores do Cacique, que faleceu recentemente vítima da Covid-19. A direção musical é de Paulão 7 Cordas e a direção artística é de Marquinhos de Oswaldo Cruz. As edições, em formato de documentário, intercalando músicas, imagens e depoimentos, são divulgadas no canal da Folia Carioca no YouTube.


Neste encerramento, o evento traz imagens da homenagem feita pelo Folia Carioca ao Cacique de Ramos, representado por Bira Presidente, no Palácio Guanabara, com a presença do Governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e da Secretária Estadual de Cultura e Economia Criativa RJ, Danielle Barros.    


 Além da cerimônia, teremos as participações dos artistas convidados, Dorina e do próprio Bira Presidente, sendo acompanhados pela roda de samba A Gloriosa. Já os outros números musicais, desta festa carnavalesca on-line, ficam por conta da  banda e bateria do Folia Show. No repertório das apresentações, gravadas no Cacique de Ramos, sambas como “A voz do Morro”, “A Ordem é Samba”, “Caciqueando”, “Vou festejar”, “Água de chuva no mar”, “Foi um rio que passou em minha vida”, “Portela na avenida”, “Alegria continua”, “Preciso me encontrar”, “Canto das três taças”, “Nasci pra Sonhar e Cantar”, “Mas quem disse que eu mereço”, “Coração Leviano”, “Raio de Luar”, “Não me perguntes”, “Doce Refúgio”, “Quitandeiro”, “Coisa de Pele”, “Quando a idade chegar” e “Gostoso Veneno”. 


A história sobre o Carnaval de Rua é contada através das músicas e dos depoimentos dos representantes dos blocos “Arteiros da Glória”, “Amigos do Wilson Alicate”, “Guri da Merck”, “Boêmios da Lapa”, “CanaValesco Largo do Machado, mas não Largo do Copo”, “Largo do Machadinho, mas não Largo do Suquinho”, “Banda da Rua do Mercado”, “Infiéis”, “Enxota Que Eu Vou”, “Berço do Samba”, “Se Me Der, Eu Como”, “Catas Latas do Grajaú” e  “Quem Não Guenta Bebe Água”.  


Segundo Marcelo Santos, que divide a direção geral com Carla Wendling, a ideia do Festival surgiu em 2018, com objetivo de reunir os representantes dos Blocos e Bandas Associados para debater, junto a personalidades públicas do Carnaval de Rua, a valorização deste patrimônio cultural carioca, promovendo a tradição das Marchinhas e Sambas Carnavalescos. A princípio, seria realizado no bairro da Glória para celebrar o Dia Nacional do Samba, mas a pandemia adiou os planos e foi necessário fazer pela internet. O projeto foi contemplado pela Lei Aldir Blanc através da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.


Sobre o Folia Carioca - Associação Carioca de Blocos e Bandas:


Criada em agosto de 2009 por representantes de Blocos e Bandas carnavalescas da cidade do Rio de Janeiro, a Folia Carioca nasce da necessidade de organização coletiva para a preservação e promoção do Carnaval de Rua como Patrimônio Cultural Imaterial da cidade. Hoje contamos com 15 blocos e bandas carnavalescas, associadas e parceiras, distribuídos nas 5 áreas de Planejamento da cidade. 


Os projetos da Folia têm por objetivo elaborar e implementar um programa cultural de ações/atividades que promovam o desenvolvimento territorial socioeconômico a partir do Carnaval de Rua e sua cadeia produtiva. Com a realização de oficinas, eventos, debates e workshops, espera-se fundamentar e estruturar projetos que objetivam regulamentar o Carnaval de Rua Carioca garantindo o desenvolvimento sustentável, equiparado, em todas as áreas de Planejamento da cidade. 


Entendemos que fortalecer iniciativas culturais ligadas ao Carnaval de Rua na região Metropolitana, contribui para a promoção da cultura popular carioca como vetor de desenvolvimento social e econômico em áreas de potencial criativo, fortalecendo o turismo de experiência com projetos inovadores. 


Ficha Técnica: 

Direção Geral: Marcelo Santos e Carla Wendling. 

Direção Musical: Paulão 7 Cordas. 

Direção Artística: Marquinhos de Oswaldo Cruz. 

Produção Executiva: Felipe Pereira. 

Produção Musical da Gloriosa Roda de Samba: Henrique Souza. 

Produção Musical da Folia Show: Serginho Correa. 

Assistentes de produção: Aladia, Carla e Daniela. 

Mestre de Cerimônia: Marquinhos de Oswaldo Cruz e Dorina. 

Programação Visual: Marina Laiun. 

Assessoria de Imprensa: JB Assessoria 

Videomaker: Fernanda Janan. 

Fotógrafo: Henrique Esteves. 

Apoio institucional: Lula Dias, Lúcia Sá, Juliana Araújo, Renata Conrado, Marcos Muniz, Pablo Villa, Edna e Renan. 

Gloriosa Roda de Samba: Paulão 7 Cordas (Violão), Henrique Souza (Voz e Percussão), Leo Pereira (Cavaquinho), Dudu Oliveira (Sax e flauta), Helô Mouzer (Voz), José Luiz Vidal (Percussão), Valdir Ribeiro (Percussão), Celmo Arantes(Percussão) e Jorge Alexandre (Pandeiro). 

Folia Show (Bateria): Carlos Henrique Rocha (Mestre Rincón - Diretor de Bateria), Almir Belizário (Surdo de terceira), Jonas Oliveira (Surdo de segunda), Tiago Camos (Surdo de primeira), Felipe Gedel (Caixa), Alex Aristides (Caixa), Luiz Cláudio Monteiro (Mestre Folia (Repique), Marcos Barbosa (Tamborim), Yago Simões (mestre), Priscila Miranda (Chocalho), César Ernesto (Chocalho), Marlon Mouzer (Violão), Carlos Henrique (Cavaco) e Serginho Correa (Voz). 

Folia Show (Banda): Leandro Camacho (Trombone de vara), Márcio do Carmo (Trompete), Tadeu Soares (Cantor), Pedro Paulo dos Santos (caixa clara), José Carlos da Silva (Surdo), Fernando Almeida (Tuba_Souza fone), Diogo dos Santos (Trombone), Alexandre Sodré (Tuba_contra baixo), Josimar micho (Trompete) e Nayara Totta. 

Folia Show (Participações): Mariano Maia (Cacique de Ramos), Bel Barbosa (Partido e Dolente), Jaque Guedes (Guri da Merck), Ademir Jr (Enxota Que Eu Vou), D’mendes e Carlinhos Pavarotti (Quem Num Guenta Bebe Água), Wallace (Passista do Enxota Que Eu Vou), Alisson Falcão (Passista do Berço do Samba) e Uillana Adaes (Rainha do Carnaval – 2014) 

Captação de áudio: ANDEC Som Gustavo José, Juan Ales e André Gomes. 

Captação de Imagens: Dob Foto e Vídeo – Vitor Marques, Jader França e Junior Marques 

Catering: Rosa Perdigão 

Agradecimentos pessoais: Márcio Nascimento do Cacique de Ramos, Wanderson Luna da Rede Carioca de Rodas de Samba, Lauro X da Prefeitura do RJ, Daniele Barros Secretária de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, Rodrigo Castro, Subsecretário de Eventos do Governo do Estado.

Agradecimentos institucionais: Grêmio Recreativo Cacique de Ramos e Sec Estadual de Cultura. 

Agradecimentos especiais: Banda da Rua do Mercado, Bloco Arteiros da Glória, Bloco Berço do Samba, Bloco Boêmios da Lapa, Bloco CanaValesco Largo do Machado, mas não Largo do Copo, Bloco Cata Latas do Grajaú, Bloco dos Infiéis, Bloco Enxota Que Eu Vou, Bloco Guri da Merck, Bloco Largo do Machadinho, mas não Largo do Suquinho, Bloco Quem Num Guenta Bebe Água e Bloco Se Me Der, Eu Como.

Realização: Folia Carioca – Associação Carioca De Blocos E Bandas

Parceria: Grêmio Recreativo Cacique De Ramos 

Patrocínio: Secretaria Estadual De Cultura (Lei Aldir Blanc)


Serviço Festival Folia Carioca:

Datas: 20 de março

Horário: 19h

Transmissão pelo canal Folia Carioca - https://www.youtube.com/channel/UC4ZhtwszlQwZqtSdfqHNCxg 


JB Comunicação e Marketing

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem