TOP TV WEB

Queda nas atividades de serviços pode ser deixa para investimento em marketing, diz especialista

   Queda nas atividades de serviços pode ser deixa para investimento em marketing, diz especialista

Depois de 4 meses de expansão, PMI baixa em janeiro e soluções em marketing e publicidade podem melhorar cenário


(Érica Gomes, partner na LC4, Comunicação, Marketing e Estratégia-Divulgação)

Em meio à alta dos casos de Covid-19 no país, que diminui volume de novos negócios e, consequentemente, gera cortes nas empresas, foi registrada queda no setor de serviços de acordo com o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês). “O setor de serviços tem relação estreita com o marketing de marca. Em cenário de queda, investimento pode ser a chave para a retomada”, avalia Erica Gomes, partner da LC4 Comunicação, Marketing e Estratégia.

O PMI de serviços apurado pelo IHS Markit caiu a 47,0 em janeiro, de 51,1 em dezembro, indo abaixo da marca de 50. A especialista explica que o mercado de serviços, diferentemente de produto físico, é composto sobretudo sobre processos e mostrar o diferencial na maneira como se aplicam esses processos. “Mostrar sua expertise, como seu negócio pode ajudar no crescimento, ou como sua metodologia é eficaz, deve ser o foco dos gestores”, diz.

“Serviços são intangíveis. Não consigo pegá-los e colocar em um caminhão, por exemplo. Por esse motivo, a maneira como a marca se comporta e se expõe para o mercado é o primeiro canal de contato com o cliente. Para isso, é importante uma estratégia de marketing pessoal adequada, visando a criação de uma persona que comunique bem ao público-alvo e facilite o engajamento”, avalia Erica.

O crescimento do marketing digital é sinal positivo para que mercados invistam no segmento. Em dados da 11ª edição do 2021 Digital Trends Report, publicados pela Adobe Digital Trends em parceria com a eConsultancy, indicam que 80% dos executivos das áreas de marketing e TI acreditam que o papel estratégico da comunicação se expandiu com a pandemia.

“O crescimento do investimento no digital é um alerta. Um holofote que acena o direcionamento do mercado. A chamada revolução 4.0, ou revolução digital, acelerou durante a pandemia. Estamos vendo uma procura por soluções de integração com o ambiente online e o setor de serviços pode investir na área buscando recuperação do começo do ano”, pontua a especialista.

A especialista conclui trazendo atenção para a variabilidade, isso é: cada cliente é um caso, apresenta suas circunstâncias e necessidades, então, como entregar um serviço similar e que dê resultados para todos?

“O posicionamento da marca, as metodologias adotadas e como interagem com seu público, irão indicar para o cliente como o serviço será desenvolvido, diminuindo o medo da variabilidade. É importante reforçar a imagem da marca através de uma boa comunicação e entrega. Mostrar sua experiência e conhecimento técnico nas redes sociais com canais de conteúdo. Esse combo completo de fatores, ligados diretamente às estratégias de marketing, são fundamentais”, finaliza Erica.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem