TOP TV WEB

TEATRO

 

Com premiação de 5 mil reais distribuídos entre as cenas vencedoras, 9º Fetaerj em Cena Curta - Prêmio Almério Belém – acontece de 10 a 14 de março, online e gratuito pelo link https://www.fetaerj.com/cenacurta

 

Finalistas receberão ajuda de custo pela participação, votação popular acontecerá no site da Fetaerj.

 

Fotos dos espetáculos: https://postimg.cc/gallery/S2mBYNB

O Festival de Esquetes da FETAERJ chega à 9ª edição, entregando o "Prêmio Almério Belém", em homenagem ao fundador e primeiro presidente desta Federação. O evento acontecerá entre os dias 10 e 14 de março, em formato online e gratuito, nas mídias sociais da Fetaerj.

 

9º FETAERJ EM CENA CURTA é realização da FETAERJ e produção da Par Produções e conta com patrocínio do Governo Federal, Ministério do Turismo, Secretaria Especial de Cultura, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura, através da Lei Aldir Blanc.

 

Com temas livres, textos inéditos ou não e sem distinção quanto à linguagem cênica, esta edição contempla grupos amadores e profissionais de teatro de todo o Brasil, filiados ou não à FETAERJ.

 

O festival premiará as melhores cenas nas seguintes categorias: Melhor Cena, Melhor Direção, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Texto Original, Prêmio Especial do Júri, além do prêmio de Melhor Cena por Voto Popular. Todas as cenas finalistas receberão ajuda de custo para participação, além de premiação de 5 mil reais distribuídos entre as cenas vencedoras. A votação popular acontecerá no site da Fetaerj.

 

CENAS PARTICIPANTES

A Fera e o Tempo

Trupe Noia Cia de Teatro - Rio de Janeiro/ RJ

Texto e Direção: Christian de Souza dos Santos - Elenco: Shirles Mafra, Chris Adoniran

Sinopse: Dizem que o tempo cura tudo, mas é quando você perde aquilo ao qual você dedicou uma vida inteira, que a dor da impotência te corrói ao ponto de transformar você em outra pessoa... Será uma batalha difícil, mas o tempo é bicho paciente... Será que é mesmo?

 

A Jornada do Herói

Cia Atores da Fábrica - Nova Iguaçu e Rio de Janeiro/ RJ

Direção: Alexandre Gomes - Atuação: Mateus Amorim - Texto: Mateus Amorim

Sinopse: Buscando ressignificar a Jornada do Herói, o espetáculo narra o cotidiano de José, um homem preto e pobre que, após ser demitido, embarca numa épica jornada para chegar ao banco e alcançar o seu objetivo: conseguir o Fundo de Proteção e Garantia ao Trabalhador Desempregado.

 

A menina com asas por um fio

Grupo Rayza Noiá - Rio de Janeiro/ RJ

Direção e Direção de movimento: Bianca Loureiro - Texto e atuação: Rayza Noiá

Sinopse: A trajetória de uma menina que precisou largar, a qualquer custo, as desconfianças em relação à vida para se lembrar da substância da qual todas as mulheres são feitas.

 

A origem da princesa das águas

Agromelados cia teatral - Niterói/RJ

Direção: Erika Ferreira - Elenco: Cris Ribeiro, Ian Oliveiras, Luciano Barbosa, Sylvio Moura - Texto: conto popular adaptado por Sylvio Moura.

Sinopse: Quatro contadores apresentam a história de Dinaih, guerreira que era mal vista pela sua nação pelo fato de querer ser dona de seu destino. Ela é perseguida pelos homens e jogada no rio,  mas volta à vida se tornando tão poderosa quanto o sol.

 

Amor em 8 tempos

Potcha - Rio de Janeiro / RJ

Texto: Raul J. Franco - Direção: Carmen Frenzel - Elenco: Raul J. Franco e Gizzela Mascarenhas.

Sinopse: A história de Caio e Clarice, contada a partir de fragmentos não lineares, mostrando passagens na vida a dois: o encontro, a separação e o reencontro.

 

Aviãozinho

Teatro das Rosas - Rio de Janeiro/ RJ

Texto, atuação e concepção: Roberta Mancuso - Direção: Karina Diniz.

Sinopse: Uma mulher acorda de repente no meio da madrugada e uma visita inesperada a faz revisitar personagens, livros e momentos da sua infância.

 

Dois Pais

Coletivo Macacos Alados - Rio de Janeiro/ RJ

Texto e Atuação: Tauã Delmiro - Direção: Manu Hashimoto.

Tradução para Libras: Eberson Sarmento e Karina Zonzini

Sinopse: Esquete infanto-juvenil interpretada simultaneamente em Português e Libras. Traz a história do encontro entre Márcio e Lucas com seu filho. Apaixonados por botânica, os três cultivam um jardim nos fundos do apartamento, mas são surpreendidos com uma ordem dos condôminos que muda o rumo dessa relação familiar: eles precisam destruir o jardim.

 

DUOUD

DUOUD - Rio de Janeiro / RJ

Criação, atuação, texto e direção: Helena Hamam e Leonardo Samarino

Sinopse: Um homem aparece carregando um colchão. Em seguida, surge uma mulher sendo carregada por ele. Instantaneamente se estabelece um indefinido vínculo entre os três, que oscila entre a dependência e o estranhamento.

 

Esta noite te levarei flores

Teatro do Olho - Rio de Janeiro/ RJ

Texto: Raíza Rameh - Direção: Lucas Brunno - Elenco: Bruno Bernardini, Raíza Rameh e Thales Ferreira.

Sinopse: É hoje a derradeira noite! André, Davi e Virna, prestes a se apresentarem para o público, discutem sobre suas existências e abrem o acesso a um universo onírico; entre borboletas, tartarugas, rebanhos de ovelhas e flores, o que faremos?

 

Memórias

Palhaço Duilho - Valinhos / SP

Elenco: Daniel Pavini - Direção: Claudio de Albuquerque - Texto: Daniel Pavini

Sinopse: O Velho Palhaço Duilho vive dias em que sua mente rememora momentos importantes de sua vida cercado pela solidão da melhor idade.

 

O peso nas costas de minha mãe.

Coletiva Preta de Teatro - Belo Horizonte/ MG

Texto: Coletiva Preta de Teatro e fragmentos do texto "Engravidei pari cavalos, e aprendi a voar sem asas" de Cidinha da Silva. Atuação: Elaisa de Souza e Kelly Spínola

Direção: Renata Paz - Texto adaptado: Cidinha da Silva.

Sinopse: Texto discute a importância de se falar das memórias que trazemos das nossas mães, avós, bisavós, tias, vizinhas, ialorixás  e das parteiras. Valoriza os saberes tradicionais, como: o chá de boldo para curar ressaca ou dor de estômago, preparo do álcool com arnica para cicatrizar picadas de mosquitos, dentre outras.

 

Panaceia

Grupo Cubo - Divinópolis/ MG

Texto e atuação: Diego Fernandes e Gustavo Barbosa - Direção: Nicolli Fabrini

Sinopse: O que te prende ao que te prende? A ideia de liberdade é questionada pelos personagens que entendem que suas limitações são impostas e cabe a eles rompê-las. A inocência e a ludicidade fazem com que o jogo cênico amenize as dores cotidianas levando o espectador a uma percepção diferente a respeito delas.

 

PAPO CABEÇA (2.0)

Coletivo Relicário - Macaé/ RJ

Texto: Criação Coletiva - Direção: Júnior Moreno - Elenco: Cybel Chagas E Júnior Moreno.

Sinopse: Papo cabeça performa em cena um assunto que acompanha as sociedades ao longo dos séculos. De caráter experimental e adaptável a obra retrata e narra uma das mais profundas angústias do ser humano: O MEDO do transcendental.

 

Paternidade

Damião e Cia de Teatro - Campinas/SP

Concepção e atuação: Rodrigo Nasser - Gravação e edição: Lara Prado

Sinopse: Inspirado pela clássica esquete de Marcel Marceau "Juventude, Maturidade, Velhice e Morte", "Paternidade" é uma cena simples que busca representar a maravilhosa aventura de criar uma criança nesse mundo.

 

Porto da Morte

Grupo Lakuna - São Paulo/SP

Direção: Renan Mozzer - Elenco: Carol Frattini Renan Mozzer – Texto: Grupo Lakuna

Sinopse: Um porto. Um mar. Duas pessoas. Entre idas e vindas, chegadas e partidas, os dois encontram nas metáforas uma forma de se comunicar.

 

Programa do Xininha em "Um Grito Desesperado no Silêncio"

André Sun - São Paulo/SP

Direção, Texto e Atuação: André Sun

Sinopse: No Programa do Xininha contaremos o misterioso sequestro de um cachorro falante, que mudou para sempre o interior da Inglaterra. Após um extenso e árduo trabalho investigativo, nossa equipe mostrará em detalhes tudo que aconteceu neste caso aterrador.

 

Solúvel Apenas Um Petisco

Cria Arte Lúdica - Barra Mansa/ RJ

Texto/Direção: Flávia Nascimento - Elenco: Flávia Nascimento e Plínio Valiante.

Sinopse: Após uma “tempestade de areia”, os personagens não possuem nomes e são designados no texto por letras. “B” é um cidadão alienado, que viveu a “Tempestade” e por que não dizer pandemia, como se nada tivesse acontecido e nada tirou desta experiência. O personagem “C” é um misto de personagens reais que usam da oratória como principal ferramenta de manipulação, o vendedor, o político, o líder religioso.

 

Sussurros da Escravidão - Madalena

Núcleo "Tenda da Fortuna" da Cia de Teatro Orangotango - São Paulo/ SP

Texto: Mateus Faconti - Elenco: Fátima Martins - Direção e Concepção: Mateus Faconti.

Sinopse: “Sussurros da Escravidão” é um espetáculo que aborda o tema dos sistemas modernos de escravidão. É composto por cenas que apresentam depoimentos ficcionais, baseados em contexto reais, apresentados em um tom confessional e abordando a situação não apenas de forma factual, mas sim através da subjetividade da percepção dos personagens que a viveram.

 

Histórico

A primeira edição do Festival de Esquetes Fetaerj Em Cena aconteceu em 2001, na Lona Cultural Carlos Zéfiro / Rio de Janeiro. No ano seguinte, realizou-se o II Festival Nacional de Esquetes FETAERJ em Cena Curta no Teatro Miguel Falabella, no Rio de Janeiro. A edição seguinte aconteceu em 2008, no município de Nova Iguaçu, no Teatro Silvio Monteiro. Em 2014, a Fetaerj realizou durante sua ocupação artística no Teatro Armando Gonzaga, o 4º Fetaerj em Cena Curta. No mesmo ano, realizou a 5º edição em uma parceria com a Fundação de Cultura de Macaé. O 6º Fetaerj em Cena Curta aconteceu em 2016, integrando o projeto Café em Cena, Residência Artística do Teatro Municipal Café Pequeno e, a sétima edição, foi realizada em agosto de 2017 na Arena Carioca Abelardo Barbosa - Chacrinha, no projeto Chacrinha em Cena, ambos em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro. Em 2020, por conta da pandemia covid-19, o festival aconteceu em formato online, recebendo mais de 10 mil visualizações.

 

Serviço:

9º FETAERJ EM CENA CURTA

Prêmio Almério Belém

Realização: De 10 a 14 de março - online e gratuito -

Link para festival: https://www.fetaerj.com/cenacurta

Informações: fetaerj.cenacurta@gmail.com

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem