TOP TV WEB

Médico lança Manual de Medicina Baseada em Evidências e cita importância do uso de máscaras na pandemia

       Médico lança Manual de Medicina Baseada em Evidências e cita importância do uso de máscaras na pandemia

José de Alencar é cardiologista e estuda a importância das evidências nos tratamentos médicos: "A máscara é uma das melhores medidas de proteção que temos enquanto não vacinamos a população, não é ético precisar fazer estudos sobre isso", explica.


(José Alencar -Divulgação)


Existe medicina que não seja baseada em evidências? Quais são os critérios para sabermos se as evidências são fortes, de valor ou não? Os pacientes brasileiros estão preparados para entender a medicina baseada em evidências? Esses foram alguns questionamentos que impulsionaram o cardiologista José Alencar a escrever o livro Manual de Medicina Baseada em Evidências, publicado pela Sanar, em 2021. “Sempre estudei o tema e quando a pandemia começou o assunto ficou ainda mais em destaque, dando mais sentido à ideia do livro”, explica.


Entre os assuntos desenvolvidos no livro, está o uso das máscaras como forma de proteção na pandemia da Covid-19. No livro o autor fala de plausibilidade, como ponto de partida para qualquer hipótese. "Outro exemplo, mais recente, é o do uso das máscaras durante a pandemia da Covid-19: não se faz necessário e nem é ético realizar um estudo comparando uso de máscaras versus o não uso, porque a doença é transmitida por aerossol e o uso de máscaras possui poucos efeitos adversos importantes em comparação ao seu potencial benéfico", explica José Alencar.


Escrito em formato de manual, o conteúdo tem uma linguagem acessível e é uma ferramenta para diversos públicos, indo além dos médicos e estudantes da área de saúde. “Temos um conteúdo que traz conhecimentos essenciais sobre a medicina baseada em evidências de valor e que é útil para jornalistas, estudantes e cidadãos interessados no tema”, explica Alencar. No livro, as evidências científicas são abordadas de forma ampla, indo além do cenário da pandemia e trazendo conceitos que são atemporais, aplicados a diversos casos da medicina. Fala-se, por exemplo, dos tipos de evidências e dos critérios que podem classificá-las como frágeis ou fortes e interferem diretamente no uso de um medicamento ou tipo de tratamento.


Vacinas e Medicamentos


Os leitores vão entender também como são testados medicamentos e vacinas, assuntos que não saem da pauta jornalística e das conversas dos brasileiros. O autor traz informações sobre comparação justa, ensaios clínicos randomizados, fatores confundidores e explica ainda o efeito placebo, bastante debatido nas fases de testes das vacinas em nosso país. “Costumo dizer que os números não mentem, mas há diferentes formas de usá-los e interpretá-los e é aí que precisamos ter muito cuidado”, chama a atenção o autor. Parece complicado, mas a ideia do Manual é exatamente facilitar o entendimento, explicando tudo de forma didática e libertadora, auxiliando médicos e aumentando a compreensão dos leitores sobre um tema que influencia diretamente na rotina das pessoas.


Prefácio de Natalia Pasternak


O brasileiro está preparado para ler este livro? A bióloga e divulgadora científica Natalia Pasternak diz no prefácio da obra que o Brasil não está pronto para o livro do José Alencar e colaboradores. Mas, segundo Natalia, eles estão prontos para lançar as fundações de uma mudança cultural e educacional necessária. Ela complementa: “É nosso papel como cientistas e comunicadores de ciência garantir que a informação de qualidade esteja disponível, em linguagem acessível e de fácil compreensão, e que circule. A informação de qualidade é a base de boas escolhas. Comecem escolhendo este livro”. Em tempos de tantas dúvidas, o médico e autor José Alencar esclarece que a medicina deve seguir novos caminhos, com valorização das comprovações científicas e o cuidado de sempre com o paciente. “Nós achamos que tem remédio para tudo, mas a verdade é que não tem, isso é um fato. Cabe a nós médicos comunicarmos isso de forma empática, acolhendo os pacientes”, completa.


Sobre o autor


José Nunes de Alencar Neto (foto anexada)

Cardiologista. Eletrofisiologista intervencionista pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Hospital de Santa Cruz (Lisboa, Portugal). Assistente do serviço de Pronto Socorro do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Coordenador da Pós Graduação em Medicina de Emergência da Sanar. 


Obs: O autor está disponível para participar de entrevistas, programas, lives e outros formatos de conteúdo.


Sobre o livro


Manual de Medicina Baseada em Evidências, de José N. Alencar e colaboradores

Editora Sanar, 1ª Edição (2021)

Para ler um trecho do livro, clique aqui.

Para saber como adquirir o livro, clique aqui.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem