TOP TV WEB

Esquenta para o carnaval 2022 no sambódromo do Anhembi

          Esquenta para o carnaval 2022 no sambódromo do Anhembi


Escola de Samba Unidos de Vila Maria faz workshop de samba com  Sávia David e Carlinhos do Salgueiro

Divulgação


Com a redução da mortalidade no país para abaixo de 300 por dia, na média, as pessoas estão animadas com a volta da vida ao normal. E o Carnaval e os desfiles fazem parte dessa alegria genuinamente brasileira. E para esquentar os tamborins e preparar aquele samba no pé que só o Brasil tem, a Escola de Samba Unidos de Vila Maria promoveu um workshop para a ala de passistas e malandros, em sua sede social, ministrado pela rainha de bateria da Vila mais famosa de São Paulo, Sávia David e pelo dançarino, coreógrafo, embaixador  do samba internacional, Carlinhos do Salgueiro.

"A escola me convidou para fazer o workshop e como tenho formação em Educação Física quis agregar isso a minha experiência como rainha da bateria.  Ter Carlinhos, que tem formação em ballett, dança afro e contemporânea, foi incrível”, diz Sávia.

Divulgação


Carlinhos já levou o samba, com apresentações e workshops para mais de 32 países.

“Levar toda a minha didática e bagagem que tenho com o Salgueiro foi muito importante. Sempre é uma troca. Aprendi, conheci o trabalho deles. Fazer essa mistura de Rio e São Paulo, Vila Maria com o Salgueiro, foi de uma importância incrível e fundamental para mim”.

Divulgação


“O mundo precisa de cada um de nós” é o título do enredo da escola para o próximo Carnaval. O desfile será desenvolvido pelo carnavalesco Cristiano Bara. O samba-enredo leva a assinatura dos compositores Dudu Nobre, Zé Paulo Sierra e Diego Nicolau. E, para mostrar samba no pé no sambódromo do Anhembi, é preciso treino, aprendizado e dedicação. Sávia levou toda sua bagagem, também como musa da Beija-Flor, e todo o preparo físico de fisiculturista, para as passistas e os malandros.

“Samba não é simplesmente rebolar. Existe uma técnica e para a avenida é preciso unir a isso ao preparo físico. No workshop procurei levar a beleza, a suavidade, o gingado, a simpatia e tudo mais que o samba tem. Pra gente entrar com tudo e contagiar a todos”.

Divulgação


Carlinhos acredita que o objetivo foi super alcançado, já que dedicação e vontade de aprender não faltaram.

“Eu amei a quadra, adorei conhecer um pouco da história da escola, e a boa vontade e o carinho que fui recebido e tratado foi maravilhoso. E já agradeço a todos pela confiança em mim e pelo convite. Espero voltar outras vezes”, conclui.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem