TOP TV WEB

Cerimônia de outorga da Medalha AMAERJ acontecerá nesta segunda (13)

 



Seis magistrados escolhidos pelos associados serão laureados com a Medalha AMAERJ nesta segunda-feira (13), às 11h. A cerimônia de entrega será realizada no Auditório Desembargador Renato de Lemos Maneschy, na sede da entidade (Rua Dom Manuel, 29, 1º andar, Centro).

A comenda será entregue aos desembargadores aposentados do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) Thiago Ribas Filho, Luiz Fernando Ribeiro de Carvalho e Roberto Luis Felinto de Oliveira; ao ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Luis Felipe Salomão; ao desembargador do TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) Aluisio Gonçalves de Castro Mendes; e à presidente da AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) Renata Gil.

Magistrados são homenageados com a Medalha AMAERJ

Os associados indicaram personalidades entre os dias 1º e 15 de novembro. A Comissão Avaliadora definiu os aspectos operacionais de avaliação e escolha dos indicados. Compuseram o grupo os desembargadores Fabio Dutra (diretor Cultural) e Marco Aurélio Bezerra de Melo (membro efetivo do Conselho Deliberativo e Fiscal) e os juízes Eunice Haddad (presidente eleita da AMAERJ), Alessandra Bilac (membro efetivo do Conselho), Flávia Melo Balieiro (diretora-adjunta) e Rodrigo Moreira (diretor-adjunto).

Criada em celebração aos 30 anos de fundação da entidade, a honraria é entregue a personalidades que tenham contribuído para o fortalecimento do Judiciário ou do associativismo dos magistrados brasileiros. A Medalha AMAERJ será destinada, uma vez por ano, a até cinco pessoas. Em 2021, a entrega da condecoração acontecerá em 30 de novembro.

30 anos

A AMAERJ foi fundada em 29 de novembro de 1991, a partir da fusão da Associação dos Magistrados Fluminenses (AMF), criada em 1954 e sediada em Niterói, com a Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (AMARJ), surgida em 1958.

Na década de 50, o Rio de Janeiro era a capital federal. Com a ida da capital para Brasília, foi criado, em 1960, o Estado da Guanabara, cuja capital era o Rio. O Estado do Rio de Janeiro tinha a cidade de Niterói como capital. A fusão da Guanabara com o velho Estado do Rio aconteceu em 1975. As entidades representativas da Magistratura se uniram 16 anos depois.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem