TOP TV WEB

DIA NACIONAL DO SAMBA NA GLÓRIA

 DIA NACIONAL DO SAMBA NA GLÓRIA  

No DOMINGO, dia 5 de Dezembro, a partir das 13h 
Praça Nossa Senhora da Glória


DIA NACIONAL DO SAMBA NA GLÓRIA, aberto ao público. Contará com participações super especiais de Marina Íris e Áurea Martins. Um dia dedicado ao samba, com DJ Cris Pantoja, GastroSamba, DJ Biêta, Ed Samba, Gloriosa (Roda de Samba), Sambastião (Roda de Samba), Rodão Glorioso (todas as Rodas de Samba da Glória juntas), Bateria Show da Folia Carioca, espaço kid's, entre outros. 




Alusivo ao Dia Nacional do Samba (comemorado no dia 2 de dezembro), a 3ª edição do Dia Nacional do Samba na Glória homenageará Dona Ivone Lara, no seu centenário. Vai perder??? 

O Bairro da Glória concentra hoje três das principais Rodas de Samba da Cidade. Bairro boêmio, reduto de sambistas ilustres como Jackson do Pandeiro, Wilson das Neves, Ataulfo Alves, Mário Lago, Paulão 7 Cordas, Moacyr Luz, Toninho Gerais, Edson Cortez, Anderson Baiaco, Pipa Vieira, André Rios, Marcelo Correa, Lula Matos, Rodrigo Carvalho, João Martins, Luciano Bom Cabelo, Nego Álvaro, entre outros. 

Entenda como é esse fomento e a identidade do projeto - Palco da celebração dos 100 do Samba, do Projeto Batuque da Boa, território de transição, nos limites entre a Lapa, Santa Teresa, Flamengo e Catete. No arborizado bairro da Glória, acontecem atualmente cerca de 50 Rodas de Samba por ano, de janeiro a dezembro, em espaços públicos e privados, mobilizando cerca de 35 mil pessoas, diuturnamente. De acordo com a pesquisa realizada, pela Rede Carioca de Rodas de Samba, em 2016, a Gloriosa Roda de Samba, o Sambastião e o Pagode do Time de Crioulo são responsáveis por 60% destas edições, mobilizando cerca de 1,5 milhões de reais por ano, em consumo direto e indireto, na cadeia produtiva que gira entorno de cada evento. 



As Rodas de Samba existentes no bairro, são Patrimônios Culturais da cidade, que impactam de forma significativa no desenvolvimento socioeconômico do território, atraindo visitantes de todo lugar e gerando mais de mil postos de trabalhos ao longo do ano. Por este motivo, destacado a importância do ritmo na história do local, agentes culturais, sambistas e moradores do bairro resolveram unir esforços para valorizar essas iniciativas e propor a celebração do Dia Nacional do Samba. 

O evento visa a reunião de sambistas moradores e frequentadores do bairro, para ressaltar a importância das Matrizes do Samba na formação da identidade cultural da Glória. No ano de 2018, realizaram o 1º Festival de Rodas de Samba no Bairro da Glória. O Projeto homenageou os sambistas Lula Matos, Anderson Baico e Dinho Cortes (in memória), do Grupo Galocantô, onde reuniu cerca de 2.000 pessoas para celebrar o Dia Nacional do Samba, gerando trabalho e renda para dezenas de pessoas. 

Em 2019, foi a vez de Clementina de Jesus e Paulo César Pinheiro, serem os grandes homenageados. Afinal, intérpretes, compositores e poetas da Música Popular Brasileira, com mais de 2.000 canções, diversos sambas, com mais de 100 parcerias. Hoje na Glória, existem cerca de 10 empreendimentos culturais de Rodas de Samba, que realizam seus eventos periodicamente, registrados oficialmente, no último calendário anual da Prefeitura. Juntos, estes empreendimentos culturais mobilizam mais de 5.000 pessoas mensalmente, oportunizando mais de cem postos de trabalhos, durante todo o ano.



Hoje as 4 (quatro) principais Rodas de Samba existentes no bairro são: 

Pagode do Time de Crioulo - é uma celebração de sambistas, músicos e compositores, onde a maior estrela é o SAMBA. Num clima informal, o samba de mesa acústico acontece mensalmente na charmosa feira livre de domingo, do bairro da Glória. Cantado no "gogó" e na palma da mão, sambas de todas as épocas dividem espaço com improvisos de partido alto e sambas inéditos atraindo não só sambistas, mas também, fregueses da feira, moradores da Glória e bairros vizinhos. Ponto de encontro de famílias, amigos, músicos, artistas e turistas de vários lugares de dentro e fora do país, que frequentam a Feira e gostam de um bom samba carioca. A Roda de Samba, acontece desde 2013 e tem como missão a preservação e promoção das Matrizes do Samba Carioca como Patrimônio Cultural do País. Sambas de Terreiros, Partidos Altos e Sambas Enredos, populares e autorais, fazem parte de um repertório selecionado, que envolve o público participante. Formada por músicos profissionais de grande experiência. A Roda de Samba, tem uma energia especial que converge em potencial artístico e estimula o desenvolvimento humano. Ao longo dos 5 anos de existência o grupo recebeu convites para apresentação em projetos especiais, dentre eles o Circuito SESC de Roda de Samba e as últimas 3 edições do Batuque da BOA. Neste período a Roda de Samba na Feira recebeu a participação de sambistas ilustres como Moacyr Luz, Teresa Cristina, Toninho Gerais, Ana Costa, Roberta Sá, Moisés Marques, dentre outros.

A Roda do Sambastião nasceu em 20 de janeiro de 2012, de uma promessa feita para São Sebastião, por um de seus organizadores, após sofrer alguns infartos e precisar fazer pontes de safena. Sempre no segundo sábado do mês, a roda conta com músicos e amantes do samba que fazem do Sambastião uma tarde maravilhosa. A Roda do Sambastião é inspirada pelo ilustre cantor Ataulpho Alves Jr., filho do grande mestre Ataulfo Alves, cantor e compositor de grandes pérolas do Samba e da MPB como "Ai, que saudades da Amélia" (c/ Mário Lago), "Laranja Madura", "Atire a Primeira Pedra", entre outras. Transformando a Praça do Russel em um quintal de nossa casa, recebendo diversos convidados. Já passaram pela roda: Wilson Moreira, Noca da Portela, Monarco, Paulo Henrique Mocidade, Rodrigo Carvalho (ex-Galocantô), Mussa, Genaro da Bahia, Inácio Rios, Alex Ribeiro, Dorina, Neguinho da Beija-Flor, Jorginho do Império e tantos outros. O Sambastião é isso: alegria, amizade e uma grande homenagem ao Padroeiro da Cidade do Rio de Janeiro, que nos abençoa e nos protege sempre: SÃO SEBASTIÃO. 



Gloriosa Roda de Samba, uma iniciativa do Bloco Arteiros da Glória, criada em 2014 em parceria com o músico Paulão 7 Cordas, ilustre sambista, produtor musical de nomes como Zeca Pagodinho, Martinho da Vila, Jorge Aragão, Beth Carvalho, entre outros. A tradicional Roda de Samba, que é realizada todo 3º domingo do mês, na Praça da feira Popular da Glória com o Grupo Samba da Mesa da Diretoria dos Arteiros da Glória, com os músicos: Rhe Guimarães (voz), André Mendes (Violão), Hudson (cavaquinho), Arnaldinho (percussão), Presidente Luiz Carlos (percussão e voz), Edson Poeta (percussão), Vidal (percussão), Henrique de Souza (produção, percussão e voz), com Paulão 7 Cordas na Direção Geral. No repertório, Sambas de Candeia, Paulinho da Viola, Nelson Cavaquinho, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, Geraldo Pereira, Noel Rosa, entre outros. A Roda, sempre com surpresa conta hoje com os artistas: Tantinho da Mangueira, Cristina Buarque, Moyséis Marques, Biro, João Martins, Ze Luiz do Império, Pipa Vieira, Mariuzza sem contar os grandes participações sob o comando do Paulão 7 Cordas. Na feira da Glória. No Trapiche Gamboa. No projeto Rio Cidade Olímpica. No projeto Casabloco na casa FRANÇA Brasil, nos coretos de: Sepetiba, Méier, Quintino, Paquetá é Praça da Harmonia (Gamboa) no projeto a Gloriosa nos Coretos e Praças e Praças, patrocinado pela Secretaria Municipal de Cultura através da lei do ISS. 

Eco Samba - o projeto objetiva a preservação das Matrizes do Samba no Rio de Janeiro e a promoção da educação ambiental como base fundamental do bem-estar social, em praças e bosques da cidade. Uma Roda de Samba de mesa, que acontece mensalmente na charmosa feira livre de domingo, do bairro da Glória. Sambas de todas as épocas dividem espaço no repertório atraindo sambistas e fregueses da feira, moradores da Glória e bairros próximos. Ponto de encontro de famílias, amigos, músicos, artistas e turistas de vários lugares de dentro e fora do país, que frequentam a Feira e gostam de um bom Samba Carioca. A Roda de Samba, acontece desde 2018 e teve sua primeira edição no Parque Municipal Outeiro da Glória, durante o Carnaval, com apresentação de diversos Grupos de Samba, como Sambastião, Moça Prosa, Pede Teresa e Pedra do Sal. Atualmente a apresentação artística fica por conta do grupo Ed Samba, que tem sua base, formada por músicos profissionais e amigos da Glória, que juntos propõem a valorização do território, gerando renda através do entretenimento cultural urbano. Uma energia especial que converge em potencial artístico e estimula o desenvolvimento humano. 

Por fim, as Rodas de Samba, Choros e Blocos de Carnavais fazem deste bairro um celeiro de bambas, criativos, que compõem e cantam sambas em verso e prosa, ao longo de todo ano. Uma cultura genuinamente brasileira, de matriz africana, que merece respeito e reconhecimento público. Por este motivo, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, realiza a 3ª edição do Dia Nacional do Samba, na Glória. Neste ano de 2021, homenageando Dona Ivone Lara, no seu centenário. 

"A data Celebra o DIA NACIONAL DO SAMBA no bairro da Glória, reunindo as principais Rodas de Samba do território para uma apresentação cultural. Com objetivos de promover a cultura das Rodas de Samba, como Patrimônio Cultural Carioca e vetor de desenvolvimento socioeconômico no Bairro da Glória. Sem falar que tem o propósito de incentivar o Turismo de Experiência, fomentando a cultura das Rodas de Samba para geração de postos de trabalho e estímulo de consumo interno"pontuou Marcelo Santos - da Associação Folia Carioca.   

"Temos como meta produzir campanha de valorização das Matrizes do Samba, no bairro da Glória, voltada para moradores, frequentadores e comerciantes locais. Assim como realizar o festival de Rodas de Samba, com sambistas do bairro da Glória. Homenagear instituições, personalidades públicas e projetos que estimulem a salvaguarda das Matrizes do Samba do RJ. Realizar uma pesquisa de comportamento e consumo para aferir impacto socioeconômico, territorial; Metodologia: O projeto tem como objetivo transformar ideias e aspirações em ações concretas que possam aproveitar oportunidades, solucionar problemas, atender a necessidades ou satisfazer desejos. Para isso, deve apresentar um conjunto de atividades programadas para acontecer num determinado período de tempo, com objetivos precisos, estratégias consistentes e indicadores coerentes para avaliar os resultados alcançados. Realização da Associação Cultural Folia Carioca e Mapa Produções Culturais", completou Marcelo Santos  

E no domingo, dia 5 de dezembro, o espaço ganha ainda feira de artesartesanatos; gastronomia; espaço KID’s com brinquedos (pula-pulas e piscinas de bolinhas); apresentação musical de Rodas de Samba; com a participação de renomados. A produção tomou todas as medidas para a plena realização, com sistema de som, tendas de expositores, banheiros químicos, jogos de mesas e cadeiras, limpeza e ambulância

"É uma alegria muito grande fazer parte da volta da comemoração do Dia Nacional do Samba na Glória. Estou bastante ansiosa para reencontrar o público e celebrar essa que é uma semana tão importante para o movimento do samba, para a cultura da nossa cidade. A Glória, bairro em que moro hoje e que pulsa samba por todos os lados, vai ter um merecido dia de festa, de encontro e de muita beleza", declarou a cantora Mariana Iris.

Programação: 
13h às 14h – DJ Cris Pantoja 
14h às 15h – GastroSamba (Chorinho) 
15h às 15h30 - DJ Biêta 
15h30 às 16h30 - Ed Samba (Roda de Samba) 
16h30 às 17h – DJ Cris Pantoja 
17h às 18h - Gloriosa (Roda de Samba) 
18h às 18g30 - DJ Biêta 
18h30 às 19h30 - Sambastião (Roda de Samba) 
19h30 às 20h - DJ Biêta e Cris Pantoja 
20h às 21h30 – Rodão Glorioso (todas as Rodas de Samba da Glória juntas) 
21h30 às 22h – Bateria Show da Folia Carioca - Com participações especiais: Marina Íris e Áurea Martins. 

Local: Praça Nossa Senhora da Glória
Na altura do número 93 - Glória 
Próximo da Av. Augusto Severo e Largo da Glória  
Recomendação: leve seu álcool em gel e sua máscara 




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem