TOP TV WEB

GINGAS DE ANGOLA com Mestre Angolinha movimenta Quilombo Santo Antônio em Belford Roxo. Nos dois últimos finais de semana (12 e 19 de fevereiro) o Grupo de Capoeira Angolinha – GCANG coordenado por Mestre Angolinha, realizou no Quilombo Santo Antônio no bairro Parque Jordão na Vila Rica - município de Belford Roxo na baixada fluminense do RJ, o projeto ‘Gingas de Angola em Movimento de Resistência’ através da Prefeitura Municipal de Belford Roxo pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e da Lei Aldir Blanc. Um projeto que ofereceu oficinas e vivências através de oralidades e práticas da Capoeira Angola na multiplicação de saberes e ensinamentos como: confecção de berimbaus, ritmos e movimentos sob um olhar renovador da cultura viva e na manutenção da cultura de raiz através de interações com seus os participantes da comunidade local e adjacências, recebendo ainda, mestres e graduados da capoeira de outros municípios do estado do Rio de Janeiro. O projeto contemplou ainda, a divulgação da Capoeira Angola, atuando como ferramenta de resistência na propagação de saberes com origem na matriz cultural afro-brasileira recebendo a presença do Secretário Municipal de Cultura de Belford Roxo Bruno Nunes e sua equipe.


Nos dois últimos finais de semana (12 e 19 de fevereiro) o Grupo de Capoeira Angolinha – GCANG coordenado por Mestre Angolinha, realizou no Quilombo Santo Antônio no bairro Parque Jordão na Vila Rica - município de Belford Roxo na baixada fluminense do RJ, o projeto ‘Gingas de Angola em Movimento de Resistência’ através da Prefeitura Municipal de Belford Roxo pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e da Lei Aldir Blanc. 



Um projeto que ofereceu oficinas e vivências através de oralidades e práticas da Capoeira Angola na multiplicação de saberes e ensinamentos como: confecção de berimbaus, ritmos e movimentos sob um olhar renovador da cultura viva e na manutenção da cultura de raiz através de interações com seus os participantes da comunidade local e adjacências, recebendo ainda, mestres e graduados da capoeira de outros municípios do estado do Rio de Janeiro. O projeto contemplou ainda, a divulgação da Capoeira Angola, atuando como ferramenta de resistência na propagação de saberes com origem na matriz cultural afro-brasileira recebendo a presença do Secretário Municipal de Cultura de Belford Roxo Bruno Nunes e sua equipe.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem